Taxa de desemprego no trimestre encerrado em novembro cai para 7,5%

Taxa de desemprego no trimestre encerrado em novembro cai para 7,5%

Índice é o menor desde fevereiro de 2015. Taxa de desemprego no trimestre encerrado em novembro cai para 7,5%

A taxa de desocupação no trimestre encerrado em novembro foi de 7,5%. É o menor índice desde fevereiro de 2015. Especificamente para trimestres terminados em novembro, o índice é o menor desde 2014, quando alcançou 6,6%. 

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No trimestre encerrado em agosto, a taxa estava em 7,8%. Já o indicador do trimestre encerrado em agosto de 2022 era de 8,1%.

O resultado foi influenciado pelo número de pessoas ocupadas, estimado em 100,5 milhões, o maior desde que a série histórica foi iniciada, em 2012. O número representa crescimento de 0,9% em 3 meses.

O número de desempregados ficou estável, 8,2 milhões de pessoas. É o menor contingente desde o trimestre encerrado em abril de 2015, quando havia 8,15 milhões de brasileiros procurando trabalho.

Ocupação

A proporção de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar subiu 0,4 ponto percentual (p.p.) ante o trimestre móvel anterior, alcançando 57%. Das 853 mil pessoas incluídas nesse universo, a maioria, 515 mil, foi contratada com carteira assinada.

Com esse reforço, o contingente de trabalhadores com carteira assinada soma 37,7 milhões, o segundo maior patamar da série histórica, perdendo apenas para o trimestre encerrado em junho de 2014, quando eram 37,8 milhões.

O número de empregados sem carteira foi de 13,4 milhões. Apesar de ter ficado estável no período, é o maior da série histórica.

Das dez atividades econômicas analisadas pelo IBGE, houve aumento no número de ocupados apenas na indústria, 369 mil pessoas, e na construção, 199 mil. As demais atividades permaneceram estáveis.

“A expansão da atividade de construção ocorreu principalmente por meio da informalidade, com o aumento do emprego sem carteira assinada e por conta própria sem CNPJ, enquanto a indústria impulsionou os trabalhos formais”, disse a coordenadora de Pnad do IBGE, Adriana Beringuy.

No trimestre, a taxa de informalidade foi de 39,2% da população ocupada, o que representa 39,4 milhões de trabalhadores informais. Nos três meses anteriores, a taxa tinha sido 39,1%.

Rendimento

O rendimento médio real do trabalhador chegou a R$ 3.034, aumento de 2,3% no trimestre. Em relação ao ano passado, a alta foi de 3,8%. No trimestre, esse crescimento foi mais acentuado entre os empregados com carteira assinada no setor privado (2,1%) e os trabalhadores por conta própria com CNPJ (7,6%).

“Na comparação anual, nenhuma forma de inserção apresentou queda no rendimento, seja no trabalho formal, seja no informal. Todos registraram variação positiva”, ressalta a pesquisadora do IBGE.

A pesquisa do IBGE é feita com uma amostragem de 211 mil domicílios em todo o país e busca informações sobre qualquer forma de trabalho, como contratados com carteira assinada, por conta própria e informais.

Caged

Outra estatística de referência sobre o mercado de trabalho é o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), compilado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, que coleta dados apenas de admissões e demissões de trabalhadores com carteira de trabalho.

A mais recente divulgação, nesta quinta-feira (28), apontou que novembro teve um saldo positivo de mais de 130 mil vagas. No acumulado de janeiro a novembro foram gerados no país 1.914.467 postos de trabalho.

Taxa de desemprego no trimestre encerrado em novembro cai para 7,5%

Fonte: EBC

Por favor, siga-nos, curta-nos e compartilhe:
Veja Mais

Postagens Relacionadas

Caminhada: Um guia completo para os benefícios da atividade física mais simples e poderosa do mundo

Caminhada: Um guia completo para os benefícios da atividade física mais simples e poderosa do mundo

A caminhada, muitas vezes subestimada, é um presente que a natureza nos deu para cuidarmos da nossa saúde física e mental. Essa atividade física acessível e democrática, que pode ser

GÊMEAS DO ONLYFANS QUEREM NAMORADO PARA DIVIDIR: “PROCURAMOS O CARA CERTO

GÊMEAS DO ONLYFANS QUEREM NAMORADO PARA DIVIDIR: “PROCURAMOS O CARA CERTO

April e Amelia Maddison falaram sobre relacionamento As gêmeas April e Amelia Maddison, de 20 anos, contaram que estão acostumadas a dividir tudo, desde os lucros do OnlyFans, onde fazem o maior sucesso, a

Perder Peso Sem Passar Fome: Dicas e Receitas Deliciosas para uma Jornada Saudável

Perder Peso Sem Passar Fome: Dicas e Receitas Deliciosas para uma Jornada Saudável

Emagrecer nem sempre é sinônimo de sofrimento e fome constante. É possível alcançar seus objetivos de forma saudável e prazerosa, comendo com inteligência e fazendo escolhas nutritivas. Neste guia completo,

O Casamento Perfeito: Uma Jornada de Amor e Felicidade

O Casamento Perfeito: Uma Jornada de Amor e Felicidade

Um Sonho Idealizado Desde a tenra infância, o sonho do casamento perfeito floresce no coração de muitos. Imaginamos um dia mágico, repleto de amor, alegria e emoções compartilhadas com aqueles

OlyShop: Decore sua casa com arte digital de alta resolução e exclusividade!

OlyShop: Decore sua casa com arte digital de alta resolução e exclusividade!

O mundo da decoração está em constante evolução, e a busca por soluções inovadoras e personalizadas para ambientes cada vez mais comuns. A OlyShop surge neste cenário como uma plataforma

Polícia Federal deflagra 26ª fase da Operação Lesa Pátria

Polícia Federal deflagra 26ª fase da Operação Lesa Pátria

Investigados têm bens indisponíveis   A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (16) a 26ª fase da Operação Lesa Pátria. A meta é identificar pessoas que financiaram, fomentaram e promoveram

Comente o que achou!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste blog? Por favor, divulgue :)